segunda-feira, 13 de abril de 2015

DIFICULDADES DO MERCADO

Quando cito dificuldades do mercado, não quero apontar somente as crises econômicas e as turbulências nas quais estamos enfrentando com essas dúvidas governamentais, falo também das dificuldades de se comprar que ainda insistem em sobreviver.

Semana passada fui até uma casa de ferragens aqui em Divinópolis para comprar os vergalhões de minha nova casa, resumindo foram R$ 6.500,00 e ferros e o pagamento sairia á vista, essa loja cobriria a oferta que eu tinha de seu concorrente, mas o problema foi na entrega, percebam como foi:

Vendedor.
- Senhor, tudo acertado com meu gerente, vamos cobrir a oferta e tudo sai por R$ 6.500,00 á vista..

Comprador:
- Ótimo, então fechamos o negócio.

Vendedor:
- Temos apenas um problema senhor, só poderei entregar na sexta feira.

Comprador:
- Olha, agradeceria se entregasse no sábado pela manhã, pois é quando tem gente lá na obra.

Vendedor:
- Sábado? Não, senhor. No sábado não trabalhamos com entrega.

Comprador:
- Mas de forma alguma? Se terceirizarmos a entrega?

Vendedor:
- Não tem como, nosso sistema não permite.

Comprador;
- Sem problemas então, pode ser na sexta, mas me faça um favor, entregue na parte da tarde e me liga antes, assim eu vou até lá e abro o portão pra vocês.

Vendedor:
- Sem problemas senhor, ligamos sim.

Comprador:
- Tem uma outra observação, o caminhão não consegue entrar, pois o portão não lhe permite, tem um telhadinho que vai atrapalhar. Tem como vocês, ao entregarem, arrastar a ferragens por aproximadamente 04 ou 05 metros e deixá-la dentro do meu quintal? Depois dou um jeito de guardar.

Vendedor:
- Não senhor, este tio de trabalho a gente não faz, deixamos no chão próximo ao caminhão.

Comprador:
- Mas são apenas 04 metros, é jogar no chão e puxar, mais nada.

Vendedor:
- Infelizmente não tem como, o senhor entende né! É o procedimento.

Comprador:
- Então vai perder uma venda desta por apenas 04 metros?

Vendedor:
- É! Infelizmente, mas agradeço sua compreensão.

Não trabalho com esse segmento e nunca trabalhei, portanto não posso criticar a postura da empresa, mas o vendedor não se comprometeu em nada pra ajudar o cliente e a ele próprio, pois, diga-se de passagem seria uma boa venda pra somatória no final do mês. Em tempos difíceis temos que fazer diferente dos concorrentes, senão ficamos a ver navios!

Resultado: Voltei no concorrente anterior, que fez também ao mesmo valor (R$ 6.500,00) que antes teria sido coberto, e ele me entregou a ferragem, arrastando-os pelos 05 metros.

Conclusão: Ou o mercado está excelente pra um que não fez questão nenhuma do cliente, ou difícil demais pro outro que fez o que o cliente queria, mas essa dificuldade, se assim for, vai ser transformada em resultados positivos, pois o reflexo vem no final.

Boas vendas!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário